Skip to content
Os 10 princípios do bom marketing

Este artigo é uma transcrição da minha participação no Podcast Marketing Por Idiotas.
Para ouvir o episódio na íntegra, que contém outros temas ligados a marketing bastante interessantes (Short-termism, Gemini e SEO), basta seguir este link e não se esqueça de subscrever.

10 principios do bom design


No sábado à noite estava a ver um bocado do filme Steve Jobs com o Michael Fassbender e, já no final do filme houve uma cena que inspirou-me a trazer este tema.

Nessa cena, Jobs estava novamente a discutir com a sua filha Lisa, e fica bastante perturbado quando esta diz-lhe que apesar de este estar sempre a falar de sofisticação e de filosofia de design à la Braun, o iMac parece apenas um forno saído dos desenhos animados dos Jetsons. Foi aí que fiz uma ligação “será que poderíamos aplicar ou transferir essas regras de design ao marketing?”.

Ora muito bem, essas regras de design referidas foram criadas pelo designer alemão Dieter Rams, que trabalhou para a Braun. Jobs e Jonny Ive usaram esse minimalismo como referência no design da Apple e, mesmo nas apps podemos ver essa influência, sendo uma muito óbvia a calculadora do iphone que é muito parecida com uma desenhada por Rams para a Braun.

Será então que podemos usar esses 10 princípios criados para o design por Rams e aplicá-los ao Marketing? Vou então passar a ler rapidamente quais são.

1. O bom marketing é inovador – utiliza a tecnologia a seu favor
2. O bom marketing torna um produto útil
3. O bom marketing é estético –
ok esta regra é mais discutível
4. O bom marketing torna um produto compreensível
5. O bom marketing é discreto –
dá espaço para o cliente-alvo se rever sem se impor
6. O bom marketing é honesto – não mente para tornar o produto melhor
7. O bom marketing é duradouro – não segue modas
8. O bom marketing é minucioso até o último detalhe – tudo é ponderado
9. O bom marketing é amigo do ambiente – penso que o Diogo estará de acordo
10. O bom marketing é o mínimo de marketing possível – ou seja não parece marketing, ou hard selling, concentra-se no essencial para ser eficaz. Menos e melhor.